Polícia prende suspeito de fraudar quase R$ 1 milhão do cadastro rural no Pará

Suspeito foi preso em Belém em uma das sedes da empresa que administrava. Foram apreendidos documentos das empresas dele na capital e em Marituba.

A Divisão Especializada em Meio Ambiente da Polícia Civil (Dema) prendeu um homem suspeito de fraudar aproximadamente R$ 1 milhão do cadastro rural do Estado. O suspeito foi preso em Belém em uma das sedes da empresa que administrava. Foram apreendidos documentos das empresas dele na capital e em Marituba.

O benefício é administrado pela Secretaria de Estado de Meio-Ambiente e Sustentabilidade (Semas), para atender com créditos florestais os produtores rurais do Estado. As investigações continuam para que a polícia descubra quem mais está envolvido no esquema de fraudes. O suspeito permanece preso à disposição da Justiça.

“Algumas pessoas que tem o cadastro perceberam restrições em seus nomes no banco, a partir disso começamos a investigação. O esquema consiste em alterar o cadastro, falsificar de forma que ele pode beneficiar mais de uma pessoa nos mesmos dados. Em pelo menos um ano, ele gerou um prejuízo de quase R$ 1 milhão”, explica o delegado Luís Xavier.

Fonte: G1

Veja a Fonte da matéria

escrito por

O autor não acrescentou qualquer informação a seu perfil ainda.
Related Posts

Os comentários estão fechados.

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!
©
Pryzant Deisgn