‘Meu Corpo é Político’, reflexões sobre identidade de gênero, estreia em 30 de novembro no VIDEOCAMP

Lançamento será simultâneo à estreia do documentário nas telonas; VIDEOCAMP proporcionará acesso gratuito nas cidades nas quais o filme não estará em cartaz

O cotidiano de quatro militantes LGBT que vivem na periferia de São Paulo é o pano de fundo do filme ‘Meu Corpo é Político’ (2017), novo lançamento da produtora Studio Riff e Paideia Filmes, que estreia no VIDEOCAMP no próximo dia 30, simultaneamente à estreia nos cinemas. A partir da intimidade e do contexto social dos personagens, o documentário levanta questões contemporâneas sobre a população trans e suas disputas políticas. A partir do dia 14 de novembro, será possível agendar, com antecedência, exibições públicas e gratuitas no VIDEOCAMP em todas as cidades brasileiras em que o filme não estiver em cartaz.

Dirigido por Alice Riff, o longa conta as histórias de Linn da Quebrada, artista e professora de teatro; Paula Beatriz, diretora de escola pública no Capão Redondo; Giu Nonato, jovem fotógrafa em fase de transição; e Fernando Ribeiro, estudante e operador de telemarketing. A câmera de Riff conduz o olhar do espectador pelas narrativas diárias desses personagens para levantar questões sobre temas relevantes do contemporâneo como transgeneridade, representatividade social e identidade de gênero.

“A narrativa de ‘Meu Corpo é Político’ foi construída conjuntamente com os personagens, por isso a opção de um documentário controlado, no qual as cenas são encenadas por eles próprios a partir da vivência de cada um, em busca desse ‘corpo político’. Trazemos um olhar original sobre o tema ao fugir dos padrões recorrentes e não retratar transgêneros e travestis em situações de violência e prostituição: tratamos da luta contra a transfobia onipresente sob forma da resistência, representada por atos aparentemente banais como sair de casa, frequentar faculdade, ter emprego, se relacionar e ter momentos de lazer”, explica Alice Riff, diretora do longa.

Filmado no primeiro semestre de 2016, o documentário teve sua estreia mundial em abril de 2017 no Visions du Réel, importante festival de documentários em Nyon, Suíça. Também foi exibido na Competição de Direitos Humanos do BAFICI – Festival de Cinema Independente de Buenos Aires (estreia latino-americana) e ganhou o Prêmio Olhares Brasil na estreia brasileira no 6º Festival Internacional de Cinema de Curitiba – Olhar de Cinema, no 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e no DocSP 2017. Recebeu também o prêmio Stajano no 38º Lovers Torino LGBTQI Visions em sua estreia na Itália. O filme será distribuído nos cinemas nacionais pela Olhar Distribuição.

Sobre o VIDEOCAMP
O VIDEOCAMP acredita no poder do cinema para transformar realidades e para isso tem como missão colocar questões socialmente relevantes em pauta, divulgando causas que merecem ser amplificadas e histórias que merecem ser contadas. Um catálogo de filmes de impacto e um modelo de acesso democrático permitem que os usuários do VIDEOCAMP organizem sessões públicas e gratuitas dos filmes onde quer que estejam.

O post ‘Meu Corpo é Político’, reflexões sobre identidade de gênero, estreia em 30 de novembro no VIDEOCAMP apareceu primeiro em Envolverde – Revista Digital.

Veja a Fonte da matéria

escrito por

O autor não acrescentou qualquer informação a seu perfil ainda.

Os comentários estão fechados.

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!
©
Pryzant Deisgn