Governo

Governo corta 33% no orçamento de pesquisa, estudos sobre desmatamento podem parar

por Julio Ottoboni, especial para a Envolverde –  A informação sobre o corte de 33% no orçamento de pesquisa no Brasil chegou nesta sexta-feira (12) como uma bomba de devastar qualquer planejamento nos institutos de pesquisa e órgãos ambientais. O governo federal informou que cortará 33% do orçamento das entidades, incluindo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais), INPA (Instituto de Pesquisas da Amazônia) entre outros. Os investimentos em ciência no Brasil estão sendo dizimados, a reclamação dos diretores das principais entidades científicas do país é geral e instituições como o INPE podem suspender estudos ambientais em curso e previsto. As pesquisas ambientais no país enfrentam violenta oposição da bancada ruralista no Congresso Nacional e também de governadores e deputados estaduais dos estados onde há denúncias de destruição de florestas, como a amazônica e Mata Atlântica, além do Cerrado. Em praticamente todas essa regiões a pecuária e a monocultura são as grandes responsáveis pelos danos ambientais. O caso do INPE é gravíssimo. A própria direção reconhece o quadro assombroso. O instituto é o principal parceiro do IPCC no país e sua pesquisadora de carreira, Thelma Krug, é a vice presidente do painel intergovernamental das Nações Unidas. A situação do principal centro de pesquisa ambiental do país, o INPE, sediado em São José dos Campos é a preocupação de grupos de cientistas, que acreditam estar ocorrendo um sucateamento da instituição, reconhecida por avaliar o desmatamento da Amazônia e desenvolver tecnologias e construir satélites. O instituto perdeu 70% da receita em 7 anos. Agora beira ao desespero. A situação é de penúria, o aspecto até dos próprios prédios do instituto mostram a decadência. A direção do INPE está paralisando projetos, deixando de fazer manutenção nos laboratórios, acumulando atrasos na produção de satélites e pagamento de fornecedores, além de enfrentar uma grande evasão dos pesquisadores de reconhecimento internacional, que estão se aposentando ou indo para a iniciativa privada. Na tentativa de estancar essa sangria e alertar a sociedade sobre a gravidade da situação, está se constituindo um grupo de ex-pesquisadores e cientistas do INPE, além de simpatizantes do instituto, para defende-lo e cobrar tanto o governo federal  como deputados e senadores. A organização está partindo de cientistas que foram fundamentais na construção dos primeiros satélites brasileiros e na difusão do uso das imagens de sensoriamento remoto no país. Para o grupo a bancada ruralista e ministros ligados ao agronegócio estão por trás deste desmonte. O orçamento do INPE encolheu quase 70% nos últimos sete anos e a tendência é despencar ainda mais com os cortes na área da ciência. A peça orçamentária de R$ 326 milhões, em 2010, despencou drasticamente para R$ 108 milhões, em 2017. O número de funcionários teve uma queda igualmente vertiginosa, 25%  dos pesquisadores deixaram a entidade na última década. Os golpes não param por aí.  A parceria do Satélite Sino Brasileiro de Sensoriamento Remoto ( Cbers) não deve ser renovada. Os chineses reclamam dos atrasos e da falta de […]

O post Governo corta 33% no orçamento de pesquisa, estudos sobre desmatamento podem parar apareceu primeiro em Envolverde – Revista Digital.

Por em: Blogs e Portais, Destaques, Envolverde, Governo Comentários
Sem comentários
Tags: , , ,
Leia mais

FGV estuda ciclo da febre amarela em São Paulo

Um mês após o governo federal declarar o fim do surto de febre amarela no país — iniciado em dezembro de 2016 e considerado o pior já registrado desde 1980 —, a detecção do vírus em um macaco na capital paulista reacendeu o debate sobre os r…

Por em: Blogs e Portais, Envolverde, Governo Comentários
Sem comentários
Tags: , ,
Leia mais

FGV estuda ciclo da febre amarela em São Paulo

Um mês após o governo federal declarar o fim do surto de febre amarela no país — iniciado em dezembro de 2016 e considerado o pior já registrado desde 1980 —, a detecção do vírus em um macaco na capital paulista reacendeu o debate sobre os r…

Por em: Blogs e Portais, Envolverde, Governo Comentários
Sem comentários
Tags: , , ,
Leia mais

Crime organizado pode influenciar as eleições no Brasil, diz desembargador

Há décadas estudando a ação de organizações criminosas, o desembargador aposentado Wálter Maierovitch diz que o fortalecimento da maior facção brasileira, o Primeiro Comando da Capital (PCC), e o acirramento de conflitos entre gangues nos Esta…

Por em: Blogs e Portais, Envolverde, Governo Comentários
Sem comentários
Tags:
Leia mais

ODS4 – Governo de SP autoriza a nomeação de 2.675 professores

Mais de 65 mil docentes aprovados no maior concurso do magistério paulista já foram chamados; nomeados entram com novo piso salarial O governador Geraldo Alckmin autorizou a nomeação de mais 2.675 professores remanescentes do concurso PEB II (Anos Finais do Fundamental – 1º ao 5º ano e Ensino Médio). O despacho foi publicado no Diário Oficial, no último sábado (6). O concurso foi realizado em 2013 e já foram chamados mais de 65 mil docentes. Na rede paulista, a categoria tem rendimento de R$ R$ 2.585,00 para 40 horas semanais, conforme projeto de lei de reajuste que será encaminhado pelo governador à Assembleia Legislativa (Alesp), com pagamento retroativo a 1º de fevereiro. O concurso foi o maior do magistério paulista com 322,7 mil inscritos para 59 mil vagas. Os docentes vão atuar nas disciplinas de Artes, Biologia, Ciências Físicas e Biológicas, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia e Educação Especial (deficiências auditiva, física, intelectual, visual e transtornos globais do desenvolvimento – TGD). (#Envolverde)  

O post ODS4 – Governo de SP autoriza a nomeação de 2.675 professores apareceu primeiro em Envolverde – Revista Digital.

Por em: Blogs e Portais, Envolverde, Governo Comentários
Sem comentários
Tags: ,
Leia mais

Ministério do Meio Ambiente discute acordos para setor produtivo

Grupos de trabalho vão propor medidas de produção sustentável e combate ao O Ministério do Meio Ambiente (MMA) criou nesta terça-feira (02/01) grupos de trabalho para controle do desmatamento na cadeia produtiva da soja e no setor pecuarist…

Por em: Blogs e Portais, Envolverde, Governo Comentários
Sem comentários
Tags: , ,
Leia mais

ODS3 – Agência da ONU lança aplicativo para divulgar dados sobre o Mais Médicos

Já está disponível para computador, tablet ou celular o aplicativo gratuito “Sistema Integrado de Informações Mais Médicos (SIMM)”. A ferramenta foi criada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), para facilitar o acesso da sociedad…

Por em: Blogs e Portais, Envolverde, Governo Comentários
Sem comentários
Tags:
Leia mais

ODS10 – Solicitantes de refúgio terão intérpretes nas entrevistas em Brasília

As entrevistas de solicitação de refúgio no Brasil terão uma ajuda extra em 2018. Quaisquer cidadãos com disponibilidade de horário e conhecimento avançado em outros idiomas poderá se cadastrar em um banco de intérpretes. O trabalho voluntári…

Por em: Blogs e Portais, Envolverde, Governo Comentários
Sem comentários
Tags: , ,
Leia mais

Conexão CDP 2017 – Economia de baixo carbono: ação conjunta entre governos e iniciativa privada

por Caroline Domingues, da Envolverde, especial para o CDP –
Cidades ao redor do mundo têm desenhado projetos com foco na transição para a economia de baixo carbono. Os recursos limitados dos governos para ações de mitigação dos efeitos e…

Por em: Blogs e Portais, Envolverde, Governo Comentários
Sem comentários
Tags: , ,
Leia mais

Instituições da sociedade civil encaminham carta ao governo federal pedindo mais transparência nas questões ambientais

Quarenta e nove instituições da sociedade civil encaminham hoje aos órgãos ambientais federais, dentre os quais, Ministério do Meio Ambiente, IBAMA, Serviço Florestal Brasileiro, e ICMBio uma carta solicitando a ampliação da transparência  e …

Por em: Blogs e Portais, Ecodebate, Governo Comentários
Sem comentários
Leia mais
©
Pryzant Deisgn