Humanidade 2012 debate a governança da água

Contribuição das indústrias para preservar recursos hídricos é destaque, segundo João Guilherme Sabino Ometto, vice-presidente da FIESP.

Os desafios e soluções para o melhor gerenciamento de recursos hídricos foram debatidos no seminário A Governança da Água, realizado na manhã desta quarta-feira (13/06), pelo Departamento de Meio Ambiente (DMA) da Fiesp, no Rio de Janeiro. O evento integra a agenda do Humanidade 2012 – iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e de parceiros para realçar o importante papel que o Brasil exerce hoje como um dos líderes globais no debate sobre o desenvolvimento sustentável.

João Guilherme Sabino Ometto: ‘Já se tem utilizado nanotecnologia e desenvolvido por aqui tecnologias e sistemas avançados para reúso da água’

Na abertura do seminário o 2º vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto, destacou a contribuição da indústria para o tema, como a crescente prática de Produção Mais Limpa, e que cerca de 65% das médias e grandes indústrias já praticam o reúso da água.

Ometto ressaltou que a valorização do princípio de gerenciamento do recurso hídrico é uma premissa para as indústrias e relembrou a atuante participação da Fiesp nos Comitês de Bacias Hidrográficas.

Outra importante contribuição do setor industrial brasileiro para a preservação dos recursos hídricos, segundo o vice-presidente da Fiesp, são os investimentos em novas tecnologias: “Já se tem utilizado nanotecnologia e desenvolvido por aqui tecnologias e sistemas avançados para reúso da água”.

Humanidade 2012

Aberto oficialmente na segunda-feira (11/06), o Humanidade 2012 é uma iniciativa conjunta da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal.

O megaevento prossegue, paralelamente à Conferência das Nações Unidades sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), até 22 de junho no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro. O objetivo engajar a sociedade no debate sobre como aliar o crescimento econômico ao desenvolvimento social e à conservação ambiental.

Para isso, conta com uma extensa programação com seminários, encontros e debates, além de um circuito expositivo, desenvolvido pela diretora e cenógrafa Bia Lessa, todos com entrada gratuita e aberta ao público.

Fonte: Dulce Moraes, Agência Indusnet Fiesp

escrito por

O autor não acrescentou qualquer informação a seu perfil ainda.
Related Posts

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um Comentário

Pryzant Deisgn

Slider by webdesign